top of page

5 Dicas para os praticantes das caminhadas

Atualizado: 27 de fev. de 2020

A nossa experiência de organização de Caminhos e Caminhadas está vinculada à experiência que colhemos do Caminho de Santiago, e acreditamos que a cada viagem é possível estimular e nutrir o espírito peregrino entre os participantes.


Em outras palavras, isso significa solidariedade, gentileza, confraternização. Cinco dicas para os participantes das atividades de caminhadas:


1-) Ser pontual.

Uma das características marcantes é a sua pontualidade no momento de iniciar as caminhadas. Essa pontualidade nada mais é do que uma forma de se manter uma boa organização do grupo, bem como garantir o respeito à aqueles que se esforçaram para chegar no ponto inicial na hora certa.


2) Possuir consciência ecológica e/ou desejar desenvolvê-la.

Essa consciência inclui, dentre outras, não deixar lixo (nem mesmo biológico) nas trilhas; não retirar plantas, pedras, conchas, etc.; não molestar os animais e as plantas; não fazer barulho excessivo (gritar ou falar alto); não deixar nomes ou figuras registradas em árvores e pedras; não danificar inscrições rupestres; respeitar as populações locais; etc. Ou seja, é ter sempre em mente o lema: "Não matar nada a não ser o tempo, não tirar nada a não ser fotografias, não deixar nada a não ser pegadas".


3) Possuir espírito de aventura e encarar com bom humor os possíveis obstáculos encontrados durante as caminhadas. 

A caminhada ecológica pressupõe um contato íntimo com a natureza e com todas as suas manifestações, algumas delas agradáveis, outras nem tão agradáveis assim. Desta forma, é comum o grupo se deparar durante as trilhas com chuva forte, sol quente, lama, poeira, mosquitos, marimbondos e outros insetos, tiririca, plantas espinhentas, travessias de rios em pequenas embarcações ou a pé, subir ladeiras, ribanceiras ou em pedras, o cansaço natural após uma longa caminhada, etc.


4) Possuir espírito de grupo, de companheirismo e de solidariedade.

Muitas vezes, as trilhas escolhidas exigem um pouco mais da resistência e bom humor dos participantes. Nessas ocasiões, o espírito de grupo e de companheirismo deve sempre prevalecer e aquelas pessoas mais bem preparadas fisicamente devem compreender que nem todos têm a mesma disposição e devem estar prontas a encorajar e a ajudar as que estão mais cansadas.


5) E ter sempre em mente essas três palavrinhas mágicas: humildade, compreensão e tolerância. 

Esses requisitos nada mais são do que a forma de se garantir o respeito à natureza e aos direitos dos demais integrantes do grupo, e de se manter o padrão de qualidade desejado pelo grupo de caminhada.


Bom caminho a todos

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page